Miguel – PREFACIO E CAPITULO 01

PREFÁCIO

CAPA POST cópia

Essa é uma historia de uma pequena família, composta apenas por uma mãe solteira e seu pequeno e jovem filho de 10 anos, Miguel. Apesar de jovem e tímido, Miguel vê infinidades de coisas e de detalhes no mundo que ainda não entende. Um pouco solitário, ele passa muito tempo em frente à TV e sozinho já que sua mãe trabalha durante todo o dia para encher a dispensa e a geladeira para ele. A relação dos dois é ótima, ela é muito amável e mesmo entendendo pouco do mundo, Miguel já entende que sua mãe se esforça dia a dia, sol a sol, apenas por ele. Certa vez, conversando com ela enquanto se preparava para dormir, Miguel fez um pedido curioso, ele lhe pedira um irmãozinho. Não era a primeira vez que fizera tal pedido, mas talvez agora ele se concretizasse, afinal, sua mãe estava namorando.

Tendo passado quase um ano desse pedido, eis que realmente ele se realizou.

No dia 23 de julho de 2005, Miguel ganhou um irmão, ou melhor, uma irmã. Sua mãe havia se casado, e para qualquer um que olhasse de fora, as coisas estavam bonitas, felizes e estavam mesmo, não fossem aqueles dias sem paz…

Mas não nos adiantemos na história, não quero lhes dar spoilers, essa é a historia de Miguel, ele quem deve conta-lá e ele quem contará, através de seu diário que não é de verdade um diário, pois era uma agenda velha que sua mãe não usava mais, e que também não era escrito tão diariamente assim, mas convenhamos, Miguel ainda tem apenas 10 anos, e preso em 2004 onde os primeiros celulares ainda eram a maior sensação do momento, aquilo já era o bastante para ele se expressar.


CAPITULO I – O diário de uma criança

CAPA POST cópia2-OK

21 de setembro de 2004

Hoje foi um bom dia na escola. Tivemos aula de matemática e eu fui o segundo a terminar a lição, só perdi pro meu amigo Fernando, a letra dele é mais feia que a minha, mas ele escreve super-rápido. Com meu segundo lugar, fiz 8 pontos e ainda to na frente de todo mundo no nosso campeonato.

No almoço eu comi arroz, feijão, bife e banana, minha mãe me fez comer na mesa, mas me deixou vir pro quarto assistir mesmo sem comer tudo por que eu até comi duas bananas e ela ficou satisfeita de me ver comendo assim com vontade. Assisti todo o resto da tarde.

Agora a noite eu tomei banho e to escrevendo no meu diário por que não consigo dormir, o meu padrasto bebeu hoje e agora ta com o som super alto, já é bem tarde mas quando minha mãe abaixou o volume ele gritou muito com ela.

25 de setembro de 2004

Hoje é sábado. Fomos à casa da minha tia. Na verdade ela é irmã do meu padrasto, mas eu chamo de tia por que agora somos todos uma família. Minha mãe fez as pazes com meu padrasto, eles não estavam muito bem depois do dia que ele bebeu e ela andava sempre de muito mau humor. Agora já está tudo bem e eu pude jogar no vídeo game do meu primo, por que ele não tava em casa e a tia deixa eu jogar.

12 de outubro de 2004

Hoje é dia das crianças, por isso não teve aula. Eu não ganhei presente nenhum, mas tudo bem. Fiquei assistindo desenhos até a hora de comer. Depois fui brincar um pouco com meus primos na casa da minha madrinha, aqui do lado. Meu padrasto não trabalhou hoje e esteve fora o dia todo, quando chegou agora à noite, tinha bebido e outra vez colocou o som bem alto. Minha mãe não fala nada mas mesmo assim ele fica zangado e brigando. Ela põe a comida dele, pergunta se ele quer alguma coisa e ele às vezes nem responde, só fica resmungando e falando umas palavras feias pra minha mãe. Eu sinto medo dele e minha mãe manda eu ficar no quarto, mas as vezes tenho vontade de sair e ficar com ela.

28 de outubro de 2004

Hoje foi bem legal, mas não fiz muita coisa.

01 de novembro de 2004

Hoje começou novembro, é o mês do meu aniversario, isso é muito legal.

02 de novembro de 2004

Já estou ansioso pelo meu aniversario, vou fazer 11 anos. Minha mãe tem estado um pouco mal esses dias, passa muito tempo deitada descansando, eu espero que ela fique bem logo, rezei por isso ontem antes de dormir.

07 de novembro de 2004

Ontem foi meu aniversario, foi bem legal. Não tive uma festa surpresa, mas minha mãe fez o macarrão com carne que eu gosto, e eu comi dois pratos cheios. E ela comprou um bolo. Minha madrinha nem veio aqui, ela está meio brigada com a minha mãe. Acho que ela não gosta muito do meu padrasto, como é nossa vizinha bem do lado, acho que também não consegue dormir quando ele põe a musica alta, e talvez também ouça ele gritando com a minha mãe as vezes. Não gosto quando elas brigam, elas são irmãs e desde que eu era menor elas sempre foram muito juntas. Agora é estranho, minha mãe fica muito tempo em casa deitada. Parece bem triste apesar dela dizer que “prefere muito mais assim”.

28 de dezembro de 2004

Querido diário,

Eu tenho andado sumido, mas algumas coisas aconteceram, eu já estou de férias da escola e não ganhei a competição de quem termina primeiro a lição com meus amigos da escola, mas também não foi meu melhor amigo Fernando, foi outro menino que é amigo de nós dois. Esses dias teve o natal e sai com meu pai pra casa da minha tia, gosto muito de ir pra minha tia por que gosto do meu primo mais velho, ele têm vários jogos de vídeo game muito legais. Faz um tempo meu padrasto bebeu de novo, duas vezes durante uma semana, ele brigou feio com minha mãe, o som que ele sempre ouve bem alto não estava funcionando e ele ficou zangado, disse que ela tinha quebrado de propósito, eu ouvi umas pancadas, parece que ela caiu no chão, mas eu não pude sair pra ver. Eu até queria sair, mas minha mãe não ia gostar se eu saísse, ela me manda ficar no quarto e aumentar o volume da TV quando meu padrasto chega bêbado. Ela fala pra eu não ter medo nem chorar, mas eu não gosto quando ele ta assim. E ah, tem também uma ótima noticia, eu vou ganhar um irmão. Minha mãe falou que vai demorar alguns meses, mas isso me deixou muito feliz. Eu vim pra casa hoje de novo, mas depois de amanhã vou de novo com meu pai pra minha tia, vamos passar o ano novo lá, minha mãe conhece minha tia e se dá bem com ela, mas acho que ela não vai com a gente por causa do meu padrasto. Ela ainda me diz que “não se importa em não ir, que prefere descansar”, é estranho, por que sempre parece que ela está mentindo ou triste, mas ela me disse uma vez que mães nunca mentem, e eu acredito nela.

Quando eu voltar já vai ser 2005, então FELIZ ANO NOVO!


Ao som de: The Smiths – Asleep

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Blog no WordPress.com.

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: